26 jan 2022

Movimentos voluntários e involuntários em Huntington

A Doença de Huntington é um distúrbio neurológico progressivo que atinge vários aspectos da saúde, sendo o sistema motor, a cognição e o controle emocional os mais afetados.

O sistema motor desregulado por Huntington desencadeia uma série de movimentos voluntários e involuntários, interferindo na vida do paciente.

Continue lendo para conhecer os tipos de movimentos da DH, quando ocorrem e quais diferenças apresentam.

  • O distúrbio motor é um sintoma da DH que consiste em: alterações nos movimentos voluntários e presença de movimentos involuntários.

MOVIMENTOS VOLUNTÁRIOS

 

Movimento voluntário é todo aquele que o paciente escolhe fazer. Ou seja, ações em que há coordenação e controle dos movimentos.
A DH afeta os movimentos voluntários da seguinte forma:

Descoordenação

Atinge o ritmo e a repetição dos movimentos. Andar, mascar a até mesmo respirar são atividades que é possível notar a falta de coordenação, como se os movimentos perdessem o ritmo.

Reação atrasada aos desequilíbrios externos

Susto, chão desnivelado ou ser chamado pelas costas podem fazer com que o paciente com DH perca o equilíbrio, devido à lentidão cognitiva para se recuperar destes estímulos.

Disfunção na força do movimento

Fica em evidência quando o paciente tem intenção de fazer um movimento pequeno, mas acaba virando um movimento grande e brusco. Ex.: ao intencionar apenas levantar-se, a pessoa pode acabar pulando.

Dificuldade ou incapacidade de iniciar o movimento

O portador da DH pode ter um atraso de vários segundos para reagir, seja respondendo a uma pergunta ou levantando-se de uma cadeira. Às vezes pode ser confundido com falta de interesse, mas na verdade é uma lentidão em responder ao estímulo.

Bradicinesia ou movimentos lentos

Bradicinesia é o termo médico para lentidão em realizar movimentos e responder estímulos físicos e psíquicos. É um sintoma comum em outras doenças neurodegenerativas, como o Mal de Parkinson, e fica evidente na lentidão ao andar ou mudar-se de posição.

MOVIMENTOS INVOLUNTÁRIOS

 

Movimento involuntário é todo aquele que o paciente não escolhe fazer. Ou seja, ações que ocorrem espontaneamente, sem a intenção de exercer o movimento.
Os movimentos involuntários que podem ser causados pela DH são:

Coreia

Coreia é o termo técnico para a síndrome causada por movimentos rápidos e irregulares, que podem ter baixa ou alta duração. É um sintoma ocorrente em outras doenças do sistema nervoso e cérebro, sendo um dos mais significativos para a DH.

Acatisia ou inquietação motora

Síndrome psicomotora que causa a necessidade de movimento constante e dificuldade em manter-se parado em uma posição. Pacientes descrevem como “sensação de estar ligado na tomada” o tempo todo. É um sintoma ocorrente em pessoas com ansiedade, provocando agitação, formigamento e inquietação.

 

Distonia

Distúrbio do movimento causado por contrações involuntárias do músculo. Geralmente evidencia-se pela postura anormal de sustentação de uma parte do corpo, como uma curvatura nas costas ou torção do pescoço para um lado só, com a posição se mantendo por vários segundos.

O sistema motor é um dos mais atingidos pela Doença de Huntington, causando alterações nos movimentos voluntários e involuntários, o que pode afetar a autonomia dos portadores de DH.

Dessa forma, o apoio farmacológico e as terapias físicas e ocupacionais podem ajudar a aliviar os sintomas e proporcionar uma melhor qualidade de vida. Converse sempre com a sua equipe médica para o tratamento adequado.

Este conteúdo ajudou você ou alguém que você conhece?

Siga nossas redes sociais e acompanhe mais informações sobre a DH.

Faça um movimento pela vida. Junte-se a nós nesta causa.

Referências consultadas:

Associação Brasil Huntington. Fisioterapia e terapia ocupacional para Doença de Huntington. Disponível em: http://abh.org.br/wp-content/uploads/biblioteca/Fisioterapia_e_TerapiaOcupacional/fisioterapia_e_terapia_ocupacional_para_a_dh.pdf